Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Entre os vários preconceitos que existem na humanidade, talvez o que mais tenha provocado mortes, é o religioso.

Religião é um assunto que sempre gera discórdia. Existe um ditado popular que diz que “religião não se discute”. Por que não se discute?  Por que as pessoas têm medo de discutir sua crença? Será que no fundo, mesmo sem saber, tem medo de se confrontar com algo que não tem certeza, ou com si próprio?

Eu penso que discutir sobre religião é uma das melhores “terapias” que existem. O conceito comum é que se a minha religião é dita por correta, automaticamente julgo (sem conhecer) que a do outro é errada, ou no mínimo duvidosa. Por quê? Talvez porque o que é diferente torna-se para muitos o sinônimo de errado, inferior, gerando intolerância.

Não quero fazer apologia a nenhuma religião e nem desmerecer outras. Só quero mostrar como a intolerância religiosa afeta a vida da humanidade. Basta pesquisar qualquer livro de história.

Na Antiguidade os novos cristãos foram perseguidos, porém, na Idade Média foram eles os perseguidores, através dos Tribunais da Inquisição. Pessoas foram torturas, acusadas de bruxaria e mortas, simplesmente porque ousaram discordar dos ensinamentos da principal religião da época.

Na América Pré-Colombiana os templos foram derrubados e em seus alicerces foram erguidas igrejas católicas sem o mínimo remorso. Como poderiam ter tal sentimento se acreditavam que estavam fazendo o correto em sua missão catequizadora.

Desnecessário falar aqui sobre as atrocidades cometidas contra os Judeus durante a II Guerra.

Na história do Brasil, o que não faltam são exemplos de intolerância religiosa. Quando os portugueses aqui chegaram, ninguém se interessou em saber como era a crença dos indígenas. O cristianismo, mais especificamente o catolicismo, foi imposto como se fosse um rolo compressor, destruindo toda a cultura religiosa em que eles acreditavam.

Umas das principais vítimas dessa intolerância são as religiões afro-brasileiras. Por usarem instrumentos de percussão em suas reuniões, os praticantes dessas religiões invariavelmente são chamados pejorativamente de “macumbeiros”, mas poucos se dão conta que essas religiões sincretizam elementos de outras, principalmente a católica. Suas músicas, suas vestes, seus rituais e outros símbolos são alvos de perseguição.

Vivenciei uma situação onde uma empresa só contratava funcionários de uma determinada religião, e os que lá já estavam e eram de outras, foram aos poucos substituídos. Eu mesmo, depois de ter sido comunicado que seria dispensado, fui assediado para ficar, quando o responsável descobriu que eu era da mesma religião que ele. Embora a situação estivesse favorável para mim, eu recusei a proposta, pois considerei esse critério de seleção inaceitável tanto para admissão quanto para demissão.

Pode-se concluir que em muitos casos o perseguido de hoje, acaba por se tornar o perseguidor de amanhã.

O pior de tudo isso é que todas elas sempre pregam o amor e a humildade como sendo suas principais características.

Será que Jesus, se viesse hoje, seria tão radical quanto somos?

Quanto sangue já foi derramado em nome de Deus. Quanto ainda será ?

Anúncios

23/01/2010 - Posted by | Preconceito, Religião | ,

2 Comentários »

  1. Os sistemas religiosos, assim como as outras instituições sociais que conhecemos ( a Família, a Escola, o Trabalho, o Estado, a Justiça, etc ), foram criados para garantir que a nossa natureza humana, tão egoísta, violenta e intolerante, fosse dominada o suficiente para que fosse possível a convivência social minimamente organizada e pacífica.

    O problema é que essas mesmas instituições são estruturadas e continuadas por pessoas… Que continuam com os mesmos velhos problemas de sempre. Preconceito, intolerância, violência, discriminação, medo do novo, medo do diferente, raiva, disputa de poder, dominação de massas… Tudo isso é tão humano… Tão instintivo e irracional. Nada tem a ver com o divino.

    O mais interessante é saber que as religiões, a maior parte delas, pregam basicamente o mesmo princípio: a busca do bem, o afastamento do mal… O aprimoramento do espírito através da reflexão e da experiência. No fundo, todos queremos a mesma coisa. Isso é chegar mais perto de Deus, tenha o nome que for.

    A Fé é voluntária, sempre foi. Ninguém pode ser obrigado a crer em nada… Precisa ser convencido. E muitos acham que o convencimento vem pela força, pela imposição, pela alienação. O que é uma pena… Vem de Deus o nosso dom de criar, a nossa habilidade de comparar, de aceitar o outro… A nossa capacidade incrível de pensar e questionar, essa impressionante capacidade de expressar idéias e debatê-las com outras pessoas. Por que isso seria ruim?

    Em nome de Deus já se criaram lindas canções, belas obras de arte, lindos prédios. Já se ajudou muita gente, já se sensibilizou corações de pedra, já se criaram muitas correntes de solidariedade, já se formularam idéias incríveis, que mudaram o rumo da humanidade. Mas você tem razão… Se tudo isso custou o sangue de tantos inocentes… Algo está muito errado.

    Muito bom o texto, muito bom mesmo. Parabéns.

    ( Quase escrevi um post dentro do comentário…rs Desculpa, não resisti. )

    Abraços…

    Comentário por Karina | 23/01/2010 | Responder

  2. REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
    Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós.(MT.14.27) – Tende ânimo! Sou Eu: Não temais: (JB.2.5) – Fazei tudo o que Ele vos disser, (JB.5.27) – porque é o Filho do Homem: (JÓ.9.19) – Se se trata da força do poderoso Ele dirá: Eis-me aqui: Regozijai-vos e fazei jus ao poder que o Nosso Espírito traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

    (MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem desejar interagir conosco na obra comum da nossa criação, deve fundamentar-se n`A Bibliogênese de Israel; que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24×7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta…

    Comentário por Arnaldo Ribeiro | 17/01/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: