Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Você sabia que no dia 15 de julho é comemorado o Dia Internacional do Homem? Eu mesma fiquei sabendo a pouco tempo, por que será?

Durante o século XX a mulher alcançou direitos consideráveis, onde talvez naquele momento houvessem motivos para se comemorar algo.

Nos dias atuais, acredito que o dia 8 de março serve mais para vender flores, caixas de bombons e outros pequenos mimos, porque a realidade da mulher de uma forma geral e da brasileira não é nada satisfatória:

  • É alto o índice de crimes passionais cometidos contra a mulher;
  • Desempenhando a mesma função no trabalho, ganha cerca de 30% ou 40% menos do que os homens;
  • Vive em uma sociedade machista e hipócrita, quando toma cercas atitudes “ditas como masculinas”, sofre as conseqüências sendo discriminada em sociedade;
  • Apanha e se cala porque muitas vezes tem medo do companheiro porque sabe que as autoridades não podem lhe dar a segurança necessária para resguardar sua vida e de seus filhos, haja vista o número de casos de violência contra a mulher que ficam na impunidade;
  • A violência doméstica contra a mulher muitas vezes começa quando ela ainda é uma menina, sendo estuprada pelo pai, padrasto, avô, etc.;
  • Tráfico internacional de mulheres para a prostituição;
  • Assédio sexual no trabalho, entre outros.

Por tantos motivos citados acredito que hoje o que resta é indignação, penso que ser mulher no Brasil não é tarefa nada fácil, porém, imagino que a situação seja muito pior se esta for negra, nordestina e pobre.

Esse lindo poema é homenagem singela para todas as mulheres que lutam por dignidade, liberdade e igualdade.

Meu Nome é Mulher

Meu nome é mulher
No princípio eu era Eva
Nascida para a felicidade de Adão
E meu paraíso tornou-se trevas
Porque ousei libertação.

Mais tarde fui MARIA
Meu pecado remiria
Dando à luz aquele
Que traria a salvação
Mas isto não bastaria
Para eu encontrar perdão!

Passei a ser AMÉLIA
A mulher de verdade
Para a sociedade.
Não tinha a menor vaidade,
Mas sonhava com igualdade.

Muito tempo depois decidi:
não dá mais.
Quero a minha dignidade,
Tenho meus ideais!
Mas o preconceito atroz
Meus 129 nomes queimou.
Então, o mundo acordou
Diante da chama lilás!

Hoje, não sou só esposa ou filha
Sou pai, mãe, arrimo de família,
Sou ourives, taxista, piloto de avião,
Policial feminina, operária de construção!
Ao mundo peço licença,
Para atuar onde quiser
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
O meu nome é MULHER!

Autora: “Pérola Neggra”
Sd Fem PM Fátima Aparecida Santos de Souza, do 30º BPM/
MAUÁ .S.P.

Anúncios

07/03/2010 - Posted by | Poema, Preconceito | , ,

2 Comentários »

  1. Precisamos refletir todos os dias…e que seja o dia 08 de março um dia para desabafar…protestar…conscientizar e juntar forças! Eu tive oportunidade de conhecer e conviver por doze dias com algumas mulheres que não deram continuidade aos estudos porque são proibidas pelos seus maridos. A maioria não concluiu o ensino fundamental! É muito triste…

    Comentário por Ivanira Gomes de Aquino Santos | 08/03/2010 | Responder

  2. Obrigada pelo envio. Boa reflexão. Eu teria muito a dizer mas o tempo não permite.

    Rapidamente falando, esta havendo uma degeneração da espécie humana como um todo. Existe uma evolução tecnológica cada vez mais acelerada, mas o desenvolvimento do carater humano esta de mal a pior. O Plano original de Deus era que a mulher e o homem caminhassem juntos. Através dos tempos o homem ao invés de tornar-se o cabeça, o sacerdote, o sábio da família, tornou-se um algós.
    A mulher viveu em submissão centena de anos, impedida de crescer, estudar, trabalhar, gerando uma dependência total deste homem-algós.

    Com as guerras, atuais, os homens foram para o front e as mulheres foram chamadas a trabalhar nas industrias de vestimentas, armas, medicamentos, calçados,latarias, etc. Os homens morrem e as mulheres ficaram responsáveis pelo sustento da família. Começaram a estudar e a ganhar conhecimento. Hoje são maioria nas Universidades. Os homens pararam no tempo e no espaço. Estão cada vez mais incultos e despreparados para sua antiga posição de provedor e mantenedor, guia espiritual da família.

    . As mulheres ganharam garra, segurança, auto-confiança, cultura, conhecimento especializado e finalmente a liderança, alcançando gradativamente, inclusive, setores que antes eram de domínio masculino.

    Os valôres foram se invertendo drásticamente. Falta HOMEM no mercado. Por não terem evoluído culturalmente e em carater, o macho da espécie humana vem degenerando rapidamente. Grande parte de homens jovens estão nos presídios, outra parte se pervertem sexualmente, adotando o homossexualismo. Uma parte abandonam-se as drogas e ao alcoolismo. Enquanto isso as mulheres avançam, com selvageria, para as universidades e cursos técnicos,conquistando mercado de trabalho, antes pertencentes aos homens.

    Encontramos mulheres mecânicas de automóvel, pintoras de paredes, eletricistas, chofer de táxis, construtoras de imóveis, pilotos de avião,etc. Os homens, não cresceram em pé de igualdade. Deixaram-se estar em casa vendo TV, ou atrás de video-games ao invés de melhorarem suas condições de vida e sobrevivência. Deixaram esta tarefa para as mulheres. Renderam-se diante delas a ponto de a desejarem como presidente de uma nação. Parabéns para nós! Mas isso não deveria significar a degeneração e a decadência do homem.

    A moral anda decadente. Inconscientemente, algumas mulheres de hoje se tornaram vingadoras das mulheres do passado, as que ficavam com o avental todo sujo de ôvo, barriga no fogão e no tanque.
    Os homens do passado não souberam respeitar essas mulheres que cuidavam da família enquanto eles iam trabalhar..
    Aproveitando-se de seu status, iam buscar na rua, as lindonas, perfumadas e sedutoras. Sentiam-
    se neste direito, pois, afinal, “não deixavam faltar nada em casa”.

    O resultado é o desequilíbrio. Famílias desestruturadas, mulheres mandonas e solitárias, homens efeminados, crianças perdidas sem a referência cristã do que seja um lar, que virou apenas um arquétipo, pré-figurado nos comerciais de margarina.

    Hoje, as mulheres mais liberais, humilham os homens, tornando-os escravos de sua perversão. Os
    homens são obrigados a aceitá-las com BUMBUM falsos, SEIOS falsos, todas siliconadas. Para piorar, elas dão as ordens e eles, escravos dos sentidos se submetem.

    E a coisa vai piorar. Não escrevi nada do que queria. Vai assim mesmo, pois o tempo urge e estou em movimento.

    Comentário por Leila Oliveira | 09/03/2012 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: