Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

CASAIS HOMOSSEXUAIS E A ADOÇÃO

O tema citado foi pauta de um programa de televisão. Fiquei muito curiosa e resolvi assistir para entender um pouco mais sobre o assunto.

Ao longo do programa, algumas perguntas foram feitas pela platéia a um casal de homens homossexuais que havia adotado uma menina, vou tentar reproduzir parte do debate o mais fiel que for possível:

1) Vocês não acham que a criança irá sofrer muito preconceito na escola por seus coleguinhas? Sim, achamos. Porém, a criança será educada para respeitar as diferenças e se defender quando necessário, além disso, os gordos, os negros, os pobres, os nordestinos e os deficientes também sofrem preconceito todos os dias nas escolas.

2) Como vocês são um casal homossexual, vocês concordam que a criança quando crescer também terá uma tendência a tornar-se homossexual? Não. Nossos pais são heterossexuais e nunca nos influenciaram ou incentivaram a sermos homossexuais, pelo contrário.

3) Se por ventura vocês se separarem, como ficaria a situação da criança? Será que isso não seria um problema? Seria uma separação amigável. Entraríamos em um consenso para resolver a questão da guarda e respeitaríamos o direito do outro e da criança, pois há afeto mútuo entre nós. Não seria um problema, pelo contrário, vemos que hoje existem muitos casais heterossexuais em que a separação causa um trauma na criança porque muitas vezes, o pai não quer exercer seu dever (financeiro e afetivo)para com os filhos, e há casos onde a mãe não permite aproximação do pai com os filhos, como se isso resolvesse seu desafeto com o mesmo.

4) Como foi o processo de adoção de sua filha? Éramos o 44° casal na escala para adotarmos nossa menina. Todos os 43° casais heterossexuais conheceram a menina e a rejeitaram. Para a criança não houve respeito ao direito dela escolher sua nova família. Uma série de exigências preconceituosas fizeram com que nossa filha não fosse escolhida pelos casais anteriores, as justificativas eram porque a menina era “muito velha”, aos dois anos de idade e também porque ela era parda. Percebemos que os casais anteriores queriam bebês bem novinhos, brancos, de olhos claros, etc…e isso não ocorreu somente com a nossa filha, é uma situação cotidiana que exclui várias crianças a terem um lar, uma família. É muito triste essa situação, não fomos nós, os homossexuais que não cumprimos nosso dever e abandonamos essas crianças, elas foram colocadas para a adoção por casais heterossexuais, os mesmos que agora criam vários empecilhos para adotá-las. Quanta hipocrisia de uma sociedade que não se diz preconceituosa!

Depois dessa…preciso rever meus conceitos!!!

Anúncios

21/08/2010 - Posted by | Preconceito | , , , ,

1 Comentário »

  1. Bastante esclarecedora essa entrevista! Penso que é altamente positivo divulgá-la! Mais uma vez, parabéns!

    Comentário por Elenir Sampaio Coutinho | 04/04/2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: