Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

DEUS SEGUNDO SPINOZA

“Pára de ficar rezando e batendo o peito! O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida.

Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.

Pára de ir a esses templos lúgubres, obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa.

Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nos lagos, nas praias. Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti.

Pára de me culpar da tua vida miserável: Eu nunca te disse que há algo mau em ti ou que eras um pecador, ou que tua sexualidade fosse algo mau. O sexo é um presente que Eu te dei e com o qual podes expressar teu amor, teu êxtase, tua alegria.

Assim, não me culpes por tudo o que te fizeram crer.

Pára de ficar lendo supostas escrituras sagradas que nada têm a ver comigo. Se não podes me ler num amanhecer, numa paisagem, no olhar de teus amigos, nos olhos de teu filhinho… Não me encontrarás em nenhum livro! Confia em mim e deixa de me pedir. Tu vais me dizer como fazer meu trabalho?

Pára de ter tanto medo de mim. Eu não te julgo, nem te critico, nem me irrito, nem te incomodo, nem te castigo. Eu sou puro amor.

Pára de me pedir perdão. Não há nada a perdoar. Se Eu te fiz… Eu te enchi de paixões, de limitações, de prazeres, de sentimentos, de necessidades, de incoerências, de livre-arbítrio.

Como posso te culpar se respondes a algo que eu pus em ti?

Como posso te castigar por seres como és, se Eu sou quem te fez?

Crês que eu poderia criar um lugar para queimar a todos meus filhos que não se comportem bem, pelo resto da eternidade?

Que tipo de Deus pode fazer isso?

Esquece qualquer tipo de mandamento, qualquer tipo de lei; essas são artimanhas para te manipular, para te controlar, que só geram culpa em ti.

Respeita teu próximo e não faças o que não queiras para ti.

A única coisa que te peço é que prestes atenção a tua vida, que teu estado de alerta seja teu guia.

Esta vida não é uma prova, nem um degrau, nem um passo no caminho, nem um ensaio, nem um prelúdio para o paraíso.

Esta vida é o único que há aqui e agora, e o único que precisas.

Eu te fiz absolutamente livre.

Não há prêmios nem castigos. Não há pecados nem virtudes. Ninguém leva um placar. Ninguém leva um registro. Tu és absolutamente livre para fazer da tua vida um céu ou um inferno.

Não te poderia dizer se há algo depois desta vida, mas posso te dar um conselho.

Vive como se não o houvesse.

Como se esta fosse tua única oportunidade de aproveitar, de amar, de existir.

Assim, se não há nada, terás aproveitado da oportunidade que te dei. E se houver, tem certeza que Eu não vou te perguntar se foste comportado ou não.

Eu vou te perguntar se tu gostaste, se te divertiste… Do que mais gostaste? O que aprendeste?

Pára de crer em mim – crer é supor, adivinhar, imaginar.

Eu não quero que acredites em mim. Quero que me sintas em ti.

Quero que me sintas em ti quando beijas tua amada, quando agasalhas tua filhinha, quando acaricias teu cachorro, quando tomas banho no mar.

Pára de louvar-me!

Que tipo de Deus ególatra tu acreditas que Eu seja? Me aborrece que me louvem. Me cansa que agradeçam.

Tu te sentes grato? Demonstra-o cuidando de ti, de tua saúde, de tuas relações, do mundo.

Te sentes olhado, surpreendido?… Expressa tua alegria! Esse é o jeito de me louvar.

Pára de complicar as coisas e de repetir como papagaio o que te ensinaram sobre mim.

A única certeza é que tu estás aqui, que estás vivo, e que este mundo está cheio de maravilhas.

Para que precisas de mais milagres?

Para que tantas explicações?

Não me procures fora!

Não me acharás.

Procura-me dentro… aí é que estou, batendo em ti.

Baruch Spinoza.

Anúncios

15/10/2014 - Posted by | Poema, Poesia & Cia | ,

4 Comentários »

  1. Menino, Bom Dia. Quando voltar da Rua, lerei, tá?

    Gosto mais o nosso TÁ, do que OK.

    Comentário por Leila Oliveira | 15/10/2014 | Responder

  2. PUBLIQUEI NO MEU FACE. Josiel, que espetáculo de reflexão! Ontem mesmo estive argumentando com um amigo virtual, a loucura que é o crente, aquele que entregou a vida ao SENHOR, fazer planos. Não houve jeito, ele acha mesmo, esta convencido que é dono da própria vida. Não percebe que foi essa independência de Deus, lá no ÉDEN, que colocou a Humanidade a perder-se. Não percebe, alguns, a seriedade do que significa, FAZER A VONTADE DE DEUS. Não percebem que agora possuímos um DONO E SENHOR. Que os nossos desejos são os desejos dele, a nossa vontade deve ser a vontade dele.As pessoas, os crentes, não acordaram ainda, que no CAMINHO DA SANTIFICAÇÂO, devemos morrer a cada dia (nossos desejos, vontades, ambições, emoçõe, sentimentos, e todos os atributos da alma,) para podermos dizer, como Paulo,: JÁ NÃO SOU EU QUEM VIVE, CRISTO VIVE EM MIM. Desconhecem que a PAZ QUE EXCEDE A TODO ENTENDIMENTO só existe quando morremos em vida, e nos deixamos levar pelo PAI, como crianças que devemos ser. Josiel Dias, seu texto foi lindo! Se soubessem o lindo que é viver totalmente entregue a Deus. Ele é quem sabe o que é melhor para nós. Como Pai, ele deseja nos cuidar pessoalmente nas menores situações. Não vos preocupeis com o que haveis de beber, comer, ou vestis. Viva cada dia o seu mal. O LIVRE ARBÍTRIO pertence Aqueles que estão no Mundo e tem como Pai, SATANÁS. Ele é um PAI “BONZINHO”, deixa seus fiilhos fazerem o que bem desejam. Sem a direção de Deus, mais cedo ou mais tarde, entrarão pelo cano. Nos tempos de NoÉ, ele falava, convocava o povo e o pessoal, ria, gargalhava, dançava, bebia, e se davam em casamento. Eles PODEM. NÃO HERDARÃO O REINO. NÃO TERÃO A VIDA ETERNA. “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo” Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. “Em vez disso, dev ARTIGOS.GOSPELPRIME.COM.BR

    Comentário por Leila Oliveira | 15/10/2014 | Responder

  3. Airton, que ódio. Fiz de tudo para ir contra Spinoza, mas não consegui. Não sei se li, com meu lado doidivano, temperamento sanguínio, o fato é que até a página HUM, comcordei com ele. Depois, deixei a poeira baixar, e fui buscar juízo em mim. Somos cavalos selvagens, BESTAS IRRACIONAIS, PURO INSTINTO. ADORAMOS A LIBERDADE E COM ELA, NOS EMBRUTECEMOS, FOCALIZADOS NOS INSTINTOS, ESQUECENDO QUE TEMOS UM ESPÍRITO, COMO ALMAS VIVENTES.

    SABEMOS QUE O MUNDO JAZ INTEIRO NO MALÍGNO E SE NÃO ESTIVERMOS PROTEGIDOS DEBAIXO DAS ASAS DO SENHOR, Abriremos brechas terríveis e em breve nos desconheceremos. Estaremos estuprando, matando, roubando, pois possuímos uma natureza caída, pecaminosa. O meu lado Spinoza fica feito criança, livre, leve e solta, mas, O CAMINHO É ESTREITO. Se facilitar, daremos com os BURROS NÁGUA. Eu me conheço. Seu do que sou capaz. Coloca o VITOR E O LEO na minha frente. Se facilito, coloco tudo a perder.kkkkkkkkkk

    Menino, menino, deixa o Spinoza prá lá. SIRVO AO SENHOR COM TEMOR E TREMOR. SPINOZA NÃO ME CONHECE. SÓ O PAI.

    Comentário por Leila Oliveira | 15/10/2014 | Responder

  4. Acho que é um crescimento. Somos crianças enlouquecidas, na juventude e mais tarde descobrimos o CAMINHO.

    Comentário por Leila Oliveira | 15/10/2014 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: