Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

CONHEÇA OS DIFERENTES TIPOS DE MASSAS

Massa fresca, seca, curta ou longa? Entenda as diferenças

  • Massa fresca, seca, curta ou longa? Entenda as diferenças…

Em algum momento da vida, todo mundo já teve que pedir ajuda ao garçom para desvendar o cardápio do restaurante italiano. “Esse é aquele que parece uma gravatinha? É o mais achatado? Mas é mais grosso, com furinho no meio?” são perguntas comuns para quem não é de família italiana ou não é tão íntimo desse tipo de gastronomia.

Se para você não importa o formato e o que vale é o sabor do macarrão, saiba que há diferença, sim. Para começar, há dois tipos principais de pasta: fresca ou seca. A primeira é aquela feita na hora, de forma artesanal, e a segunda é o tipo de macarrão que compramos no supermercado, mais industrializado.

No universo das massas secas, tamanho é documento e define as duas principais categorias: longa e curta. Aqueles que têm fios mais longos, de mais de 10 cm, como espaguete e fettuccine, estão na primeira categoria, e os menores, como penne e fusilli, na segunda.

Alguns especialistas defendem que há molhos que combinam mais com determinado tipo de macarrão, outros acham que vai do gosto de cada um. “Não há regras, nem certo e errado, acho que dá para variar bem as combinações”, opina Fábio Stoco, professor de Gastronomia do Centro Universitário Senac de Águas de São Pedro (SP).

Stoco aposta em uma culinária mais livre, mas afirmou que uma coisa que pode ajudar na escolha do tipo de massa é definir se o molho vai levar ingredientes em pedacinhos, como milho, ervilha, alcaparra e azeitona. “Se tiver, a melhor opção é massa curta, como penne ou fusilli, pois o ingrediente se ‘enrosca’ com o macarrão. Se a massa for longa, ele acaba ficando no fundo do prato”, recomenda.

O Chef Lima, da Montecatini Trattoria, acredita que há combinações clássicas que funcionam melhor no prato. “Massas mais finas combinam mais com molho branco ou na manteiga. As mais grossas combinam com carnes, como brachola e polpetta”. E existe alguma unanimidade? “O molho ao sugo: combina com todo tipo de massa”, declara Lima.

Veja abaixo a tabela com os principais tipos de massa e suas características:

Tipos de massas
  • Getty Images
    Espaguete

    A massa é a mais popular de todas por ser rápida de preparar. É longa, fina e pode apresentar diferentes espessuras. Geralmente é preparada com molhos de tomate ou ao alho e óleo.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Bucatini

    Conhecido também como perciatelli, parece um espaguete mais gordinho, mas a diferença mesmo está no furinho que está dentro da fita.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Fettuccine

    É uma massa longa e grossa, achatada e cortada em tiras. A fita é mais larga que o talharim. Combina com molho pesto e alho e óleo.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Talharim

    Muitos o confundem com o fettuccine, pois ambos são longos e achatados, mas a fita do talharim é um pouco mais estreita.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Fusilli

    É o famoso “parafusinho”. Massa pequena e em formato espiral, o que ajuda a reter o molho e outros ingredientes, como milho e ervilha. Combina com molhos cremosos com carne, mas também com os leves que contêm tomate e legumes.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Penne

    Em formato de tubo, é uma massa mediana, com paredes mais grossas e extremidades cortadas na diagonal. Os de superfície lisa são mais indicados para acompanhar molhos cremosos. Já os que têm a superfície riscada são perfeitos para molhos à base de óleo.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Rigatoni

    Tubo de tamanho médio, com riscos, parecido com um penne mais gordinho, só que as extremidades têm o corte reto, e não em diagonalFoto: Getty Images

  • Getty Images
    Canelone

    O penne parece um rigatoni, que parece um canelone – confuso né? Mas é por aí: o canelone tem quase o mesmo formato que o rigatoni, mas a grande diferença é que ele é liso, sem os riscados típicos do penne. Pode ser feito com massa de lasanha e frequentemente é recheado com queijoFoto: Getty Images

  • Getty Images
    Cabelo de anjo

    Conhecida também como aletria, é a massa com a fita mais fina de todas – e o nome é porque lembra mesmo a delicadeza do cabelo de um anjo. É bastante utilizada em sopasFoto: Getty Images

  • Getty Images
    Conchiglie

    Em italiano quer dizer “concha” – e é só olhar para a foto para entender o porquê. Tem duas variações: conchigliette, quando é bem pequena, e conchiglione, quando é maior.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Farfalle

    O famoso macarrão “borboleta” ou “gravatinha”. Em formato menor, vira farfallini, e maior, farfallone.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Ravióli

    A massa parece um pastelzinho: quadriculada, achatada e com ondulações nas extremidades. Sempre envolve um recheio, que pode ser de carne, frango, queijos ou legumes. Pode ser servido ao molho branco ou de tomate.Foto: Getty Images

  • Getty Images
    Cappelletti

    Assim como o ravióli, também é uma das massas que são recheadas – por isso muitos confundem as duas, mas o cappelletti parece mais uma “trouxinha” do que um pastel. Os recheios mais comuns são carne, frango ou queijo.Foto: Getty Images

          Fonte: Consultoria com o Chef Lima, da Montecatini Trattoria
          “Pequeno Dicionário de Gastronomia”, da Maria Lucia Gomensoro (editora: Objetiva)

           Débora Costa e Silva – Do UOL, em São Paulo – 03/03/2015

Anúncios

04/03/2015 - Posted by | Culinária & Gastronomia | , , , ,

1 Comentário »

  1. SOU UMA GULOZA DISCIPLINADA. COMO COM OS OLHOS E JÁ ME SATISFAÇO. AINDA BEM, SENÃO, JÀ ESTARIA UMA BOLINHA. SABIA QUE SÓ COMO PIZZA, QUE EU ADOOOOOORO, UMA VEZ POR MÊS? JÁ ESTOU INSPIRADA POR SUA MATÉRIA. EU QUERO. EU QUERO. TER O PRAZER DE COMER TODAS ELAS E VOU, MAS CADA UMA NO SEU DIA.

    EU FIZ ANIVERSÁRIO, DIA 18 DE FEVEREIRO. SABE O QUE ACONTECEU? NADA. NÃO FIZ NADA. MINHAS AMIGAS, MEIA IDADE, COMO EU, 40, 50, 60, JÁ ESTÃO TODAS. TODAS, COM DIABETES, JÁ FORAM PARAR NO HOSPITAL COM PROBLEMAS DE PRESSÃO ALTA, ACIDENTES CARDIO VASCULAR, JÁ FIZERAM CIRURGIAS. UM HORROR. NÃO FIZ NADA. NÃO QUIS SER CUMPLICE NESSA DESGRACEIRA TODA. EU TINHA UMA MOÇA QUE FAZIA SALGADINHOS E GULOSEIMAS DE CEREAIS INTEGRAIS, MAS ELA MUDOU: FICO SONHANDO COM AS BARQUETTES DE TRIGO INTEGRAL, PARA SEREM RECHEADAS COM: CREME DE MILHO, CREME DE QUEIJO, CREME DE PALMITO, ETC. EU NÃO ME AVENTURO NA COZINHA. SOU PÉSSIMA NESSE SETOR. EM TEMPO: TENHO UMA AMIGA, PEDAGOGA, 50 ANOS, QUE jÁ FEZ CATARATA, É DIABETES E JÁ NÃO TEM A VISÃO PERIFÉRICA. FIQUEI TRAUMATIZADA. GRAÇAS A DEUS, SOU SAUDÁVEL. VEGETARIANA A 25 ANOS. SÓ COMO LEGUMES, VERDURAS E CEREAIS INTEGRAIS, DESDE A ADOLESCÊNCIA, MAS NÃO SOU RADICAL, UMA VEZ POR MES, DUAS, NO MÁXIMO, MERGULHO EMMINHA ORGIA ALIMENTAR. OBRIGADA PELAS INFORMAÇÔES. JÁ SATISFIZERAM MEU APETITE.

    Comentário por Leila Oliveira | 08/03/2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: