Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

ESTADO PALESTINO

Muito tem se falado sobre o problema dos palestinos, mas nem todo mundo sabe quem são eles e o que querem.

Para saber mais sobre a Palestina, é necessário entender um pouco sobre a história de Israel, pois a Palestina está situada onde se encontra hoje o Estado de Israel.

A história começa por volta do século XXI a.C. quando Deus diz para um homem chamado Abraão para que ele saia da terra onde ele estava (uma região chamado Ur onde hoje se encontra o Iraque) e vá para a terra que Deus lhe daria e a toda a sua descendência. Essa terra é conhecida como “a terra prometida”, e corresponde a uma área um pouco maior do que é hoje Israel.

 Nessa região também viveu um povo originário da ilha de Creta, chamado Filisteu. Historicamente os judeus e os filisteus eram inimigos.

Quando os babilônicos dominaram a região, tanto os judeus quantos os filisteus foram levados cativos para a Babilônia. Quando os persas dominaram os babilônicos, os judeus voltaram para suas terras, já os filisteus desapareceram. Não se sabe exatamente o que ocorreu com eles.

Alguns séculos mais tarde, foi a vez dos romanos dominarem a região, já conhecida como Judéia. No ano de 135, depois de uma revolta sangrenta contra os romanos, Roma expulsou os judeus de suas terras, e com o objetivo de apagar a memória deles da região, batizaram o local com o nome de seus inimigos histórico: Philistia, ou Filistia (terra dos filisteus).  Daí vem o nome Palestina. Mas é bom lembrar que os palestinos não são descendentes dos filisteus.

Em 1947, quando a ONU votou pela criação do estado de Israel, o brasileiro Oswaldo Aranha preparou um estudo para que se criasse também um estado palestino visando abrigar os árabes da região. Porém a ONU jamais voltou a abordar esse assunto.

Por mais que muitos países falem em ajudar os palestinos, ou que se digam favoráveis a sua causa, nenhuma grande potência ocidental ou árabe jamais se empenhou para a criação de um estado palestino. Suas declarações normalmente são mais com o objetivo de demonstrar sua ira em relação aos judeus, do que em resolver o problema dos palestinos.

Na realidade as grandes potências nunca se importaram em criar um estado judeu. Isso só ocorreu devido à comoção após o holocausto. E da mesma forma não tem interesse nenhum na criação de um estado palestino.  Os palestinos precisam de um lar. Ao invés das nações inimigas de Israel ficarem pensando em sanções contra o povo judeu, deveriam pensar em um modo de solucionar de vez o problema: a criação de um estado palestino. Que o povo palestino possa ter uma nação para chamar de sua, uma pátria para chamar de lar.

Tenho certeza que tanto os israelenses quanto os palestinos tem um mesmo desejo: a paz.

Anúncios

07/06/2010 Posted by | Discriminação & Cia, Preconceito | , , , | Deixe um comentário