Viagem Cultural

Dicas e opiniões sobre assuntos diversos.

A RELIGIÃO DO MEDO

fear

Se formos analisar as religiões, vamos perceber que apesar das diferenças de doutrina, a maioria tem muito mais coisas em comum do que diferenças. Quase todas pregam o amor, honestidade e uma boa conduta dentro da sociedade. Nem todas pregam a existência de um inferno, mas quase todas creem em um céu, um paraíso.
Mas além disso tudo, existe outro sentimento que mesmo sendo diferente entre as religiões, é uma das peças fundamentais para manter os fiés dentro da doutrina: o medo.

Semelhantemente ao filme “A Vila”, é através do medo que a maioria das religiões faz o controle de seus fiés, impedindo que eles saiam da doutrina. E os fiés por sua vez, tem medo de infringir qualquer norma de sua religião, com medo de uma punição divina..

É muito comum alguns pais dizerem para seus filhos: “Papai do céu castiga criança que não é obediente”. Aprendemos e ensinamos desde pequenos que devemos ter medo do Papai do céu.  Ao invés de ama-lo por sua bondade, obedecemos pelo temor.

Existem vários exemplos que nos mostram como a religião se mantém através do medo, a grande maioria dentro do cristianismo.

Existem doutrinas evangélicas que proibem seus seguidores de frequentar a casa de qualquer outra pessoa, mesmo que seja um familiar, sozinho. Sempre tem de ir acompanhando de um outro membro da religião. Isso porque os líderes tem medo que os fiés conversem sobre religião com outra pessoa e seja influenciado por ela. Neste caso o “acompanhante” será os “olhos e ouvidos” da liderança. É comum também que se afaste os seguidores de todos os meios de comunicação, como televisão, jornais, revistas e internet. Para que o medo funcione, é necessário a “desinformação”. Nestes dois casos o medo são dos líderes em perder suas ovelhas.

Mas existem existem casos onde o medo é por parte de quem segue a religião.

Na Idade Média, quando o cristianismo católico era praticamente a única religião que reinava sobre o mundo conhecido, era proibido alguém interpretar as escrituras além da igreja. A igreja tinha medo que através de uma interpretação pessoal os fiés poderiam questionar algo que a igreja interpretasse de forma diferente. E os fiés não questionavam essa proibição, pois tinham medo de uma punição.

Na mesma Idade Média, surgiu a lenda das bruxas. Os cristãos criam em um Deus todo poderoso, mas tinham medo de bruxas. A própria igreja temia a existência de bruxas e por isso muitas mulheres foram mortas acusadas de bruxaria. O medo que atingia os fiés também atingia a igreja.

Também existia o medo da excomunhão. Qualquer um que se levantasse contra o domínio da igreja, poderia ser excomungado. Todos temiam serem afastados da comunhão da igreja, o que representava praticamente uma condenação ao inferno.

E por falar em inferno, muitos estão seguindo a Deus por medo de ir para o inferno.

 

 

 

Anúncios

25/12/2016 Posted by | Religião | | 1 Comentário